A inserção do estado do Paraná no processo de desconcentração da indústria automobilística brasileira

Olga Lúcia Castreghini de Freitas Firkowski

Resumen


O presente texto tem por objetivo apresentar elementos que auxiliem na compreensão do processo recente de desconcentração industrial brasileiro, com ênfase na indústria automobilística. Tal setor apresentou uma nova tendência locacional a partir das implantações efetivadas ao longo da década de 1990, o que reforça teses acerca de sua desconcentração. Nesse contexto, o estado do Paraná passou a se destacar como um dos novos locais escolhidos pela indústria automobilística, a partir da instalação das montadoras Renault, Audi/Volkswagen e Chrysler, seguidas de seus principais fornecedores.

Para tanto, o texto está dividido em três partes: na primeira são analisadas algumas das principais vertentes teóricas que contribuem para a discussão da desconcentração da indústria automobilística brasileira, ressaltando-se Diniz (1993), Pacheco (1999), Negri (1996) e Azzoni (1986). Na segunda parte, são apresentados dados que permitem uma mensuração do processo, destacando-se a distribuição dos investimentos industriais no Brasil entre 1997 e 2000, por região e por gênero de atividade industrial; a distribuição das fábricas de veículos antes e depois de 1995 e a distribuição das empresas produtoras de autopeças. Na terceira parte, analisa-se o resultado das políticas de atração industrial levadas a cabo pelo governo estadual do Paraná no que diz respeito à implantação da indústria automobilística, tendo por base os protocolos firmados entre empresas e governo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18002/pol.v0i11-12.522

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2015 Polígonos. Revista de Geografía

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Polígonos
Revista de Geografía

Contacto: jose.cortizo@unileon.es
Soporte técnico: journals@unileon.es

DOI: http://dx.doi.org/10.18002/pol

I.S.S.N. 1132-1202 (Ed. impresa)(n. 1 a 24)
e-I.S.S.N. 2444-0272

Editada por el Área de Publicaciones de la Universidad de León