Emigração, Regresso e Desenvolvimento no Barroso (Portugal)

María Ortelinda Barros Gonçalves

Resumen


Embora a ruralidade englobe traços comuns, o meio rural caracteriza-se por uma imensa diversidade. Estabelecer tipologias capazes de captar esta diversidade é um dos
mais importantes objectivos das pesquisas contemporâneas, direccionadas à dimensão espacial
do desenvolvimento. O presente trabalho, procurando ser um contributo nesta matéria, é a súmula de alguns aspectos da investigação sobre o regresso dos emigrantes a um concelho do interior – norte de Portugal. O mesmo baseia-se na análise dos dados recolhidos em inquérito por questionário, efectuado a 51% dos emigrantes regressados a este território, partindo das seguintes questões: Quais as implicações do regresso dos emigrantes no desenvolvimento do
espaço em estudo? Que políticas/estratégias de gestão territorial devem ser implementadas para
a fixação/atracção da população?

Palabras clave


Emigração; Regresso; Desenvolvimento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18002/pol.v0i20.991

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2015 Polígonos. Revista de Geografía

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Polígonos
Revista de Geografía

Contacto: jose.cortizo@unileon.es
Soporte técnico: journals@unileon.es

DOI: http://dx.doi.org/10.18002/pol

I.S.S.N. 1132-1202 (Ed. impresa)(n. 1 a 24)
e-I.S.S.N. 2444-0272

Editada por el Área de Publicaciones de la Universidad de León